Kruger

Pilanesberg ou Kruger: qual escolher?

Se você pesquisou um pouco sobre safáris, é bem provável que conheça as reservas de Pilanesberg ou Kruger. No entanto, muitos turistas ficam na dúvida sobre qual desses locais visitar. Por isso, separamos algumas características e informações importantes para facilitar a sua decisão.

Prós: Pilanesberg e Kruger

Primeiramente, é importante saber quais os objetivos de sua viagem e como você deseja aproveitá-la. Assim, você pode entender se há mais prós ou contras com relação a escolha da reserva. A seguir, escolhemos alguns pontos positivos de se fazer safári tanto em Pilanesberg quanto no Kruger.

Safári em Pilanesberg

Pilanesberg é a quarta maior reserva ecológica da África do Sul, sua localização fica a 230 km de Joanesburgo, isto é, se você alugar um carro, pode chegar até a região em aproximadamente 3h30 de viagem. Desse modo, muitos turistas costumam fazer um safári em um dia e voltar para aproveitar outras atrações na cidade.

A área possui 500 km² e aproximadamente 7 mil animais, portanto, você tem grandes chances de ver alguns dos Big 5 e também as 354 espécies de aves que habitam o local.

O ingresso de Pilanesberg é válido por 7 dias e lá dentro existe a possibilidade de fazer o self-drive. Neste caso, o safári deve ser feito apenas na estrada asfaltada. Os turistas que quiserem fazer a opção off-road devem estar acompanhados de um guia profissional.

Uma vantagem de fazer o safári em Pilanesberg é que essa reserva fica próxima a outras atrações turísticas na África do Sul, por exemplo, o resort Sun City.

Safári no Kruger

Kruger

A região do Greater Kruger é popularmente conhecida por ser a maior área protegida de fauna típica sul-africana. Localizado a 420 km de Joanesburgo, os turistas levam em torno de 5 horas para se deslocar até o lugar. O trajeto pode ser feito de carro ou de avião.

Os visitantes que optam por alugar um carro e viajar até o Kruger, normalmente escolhem fazer a Rota Panorâmica. Assim, podem aproveitar para conhecer outras atrações pelo caminho.

O bioma do Kruger possui 19,5 mil km² de área e abriga mais de 252 mil mamíferos, dentro da extensão existem reservas privadas e o Parque Nacional Kruger para a realização de safáris. O game drive de cada um desses locais acontece de modo distinto. 

No Parque Nacional do Kruger, não é possível fazer o safári off-road, apenas o self-drive dentro da estrada asfaltada. Já nas reservas privadas, o game drive pode ser feito off-road desde que acompanhado de um guia profissional.

Além disso, no Kruger existem várias opções de hospedagem, desde cabanas simples em acampamentos até os lodges mais luxuosos.

Contras: Pilanesberg e Kruger

Ainda que Pilanesberg e Kruger possuam atrações incríveis, algumas características desses parques podem não se encaixar no seu objetivo de viagem. Então, é bom estar atento aos aspectos que você deseja evitar.

Safári em Pilanesberg

Infelizmente, Pilanesberg não possui tantas opções de acomodações como nas reservas do Kruger. Além disso, devido ao tamanho reduzido do parque, não é possível encontrar algumas espécies durante o game drive, como a hiena e o búfalo.

O local possui apenas 57,2 mil hectares, por isso, os bandos, manadas e matilhas são menores quando comparados aos que você pode encontrar no Kruger.

Também é importante saber que, por estar perto das regiões de Pretória e Joanesburgo, é comum que o local fique cheio durante os feriados sul-africanos.

Safári no Kruger

A região do Kruger costuma ser mais cara que as outras reservas na África do Sul. Além disso, diferente de Pilanesberg, os visitantes têm que pagar uma taxa diária de entrada para frequentar o parque. Essa tarifa é utilizada na conservação do bioma e pesquisas na área.

Durante a alta temporada é comum que a região sul do Kruger fique bem lotada. Dessa maneira, alguns turistas preferem evitar essa parte do parque.

Se você não está com tempo para uma viagem mais longa e elaborada pela África do Sul, ir para o Kruger pode não ser a melhor opção. A reserva é bem grande e merece ser explorada com calma.

Conclusão

Se você está procurando fazer um safári mais rápido e próximo a região de Joanesburgo, a dica é escolher a reserva de Pilanesberg. No entanto, você precisa saber que o parque não é tão grande quanto o Kruger.

Os turistas que optarem pelo Kruger devem saber que terão mais gastos com taxas, ainda assim, vão experimentar um safári incrível e avistar várias espécies belíssimas.

Conseguiu definir quais das reservas estão de acordo com seus objetivos de viagem? A nossa assessora de viagem pode planejar um roteiro personalizado para você, assim você terá uma experiência completa na África do Sul.

Acomodação no Kruger: saiba qual escolher!

Ao escolher a acomodação em que você irá se hospedar no Kruger, tenha em mente que existem vários tipos de lodges e até acampamentos. Sendo assim, escolha de acordo com as atividades que você quer fazer e também custo benefício.

Por ser uma atração turística, os lodges do Kruger são bem preparados e possuem diversas atividades para os hóspedes. Então, além dos safáris, você pode escolher hospedagens que te oferecem piscinas e spas.

Tipos de acomodação no Kruger

Antes de tudo, é preciso saber que existem alguns tipos de pacotes de hospedagem tanto no parque nacional quanto nas reservas privadas. Na região do Kruger é muito comum as reservas oferecerem o sistema Half Board que inclui café da manhã e almoço na estadia do hóspede. Já o sistema Full Board inclui três refeições: café da manhã, almoço e jantar.

Por último, vale mencionar que nas reservas privadas ainda é possível optar pelo sistema All Inclusive, que além dos safáris e todas as refeições, também dá ao hóspede bebidas e drinks. Antes de se hospedar, confira sempre qual é o tipo de sistema oferecido na reserva que você deseja ficar.

Acomodação na Timbavati Reserve

A reserva de Timbavati possui 53 mil hectares e faz fronteira com a Reserva Nacional do Kruger. Sobretudo, o local é famoso por ser lar dos leões brancos de olhos azuis. Dentro da reserva você terá dezoito opções de lodges e quatro tipos de campings. Separamos algumas opções para sua estadia:

Rockfig Safari Lodge

Esse lodge possui seis suítes do tipo chalé, nesse sentido é ideal para famílias ou grupo de amigos. Cada suíte possui chuveiros internos e externos, varanda privativa, frigobar e banheira.

Acomodação no Kruger

Eagle Owl Camp

Esse camping possui quatro chalés de luxo com suíte, cada um com seu próprio deck privativo, cozinha totalmente equipada, área de bar com TV, piscina e fogueira com vista para o rio.

Acomodação na Manyeleti Reserve

Assim como a reserva anterior, a Manyeleti Reserve faz fronteira com o parque nacional. Alguns turistas costumam escolher essa reserva, pois ela está fora da rota de grandes grupos de visitantes. Desse modo, é possível aproveitar a hospedagem e game drives com mais tranquilidade. Além disso, a Manyeleti se localiza próximo do Orpen Gate, um dos portões do Kruger, e possui três tipos de lodges para hospedagem.

Honeyguide Camps

O Honeyguide Camps oferece uma combinação única entre tendas de safári e o design contemporâneo. Por lá, existem dois acampamentos com um total de 12 tendas: o Mantobeni (ideal para casais) e o Khoda Moya (acomoda famílias e casais).

Tintswalo Lodge

As acomodações deste lodge incluem sete grandes chalés, todos ligados ao edifício principal por um caminho elevado de madeira. Visto que essa hospedagem visa ser mais exclusiva, ela é ideal para quem está procurando uma experiência de safári particular.

Acomodação na Karongwe Reserve

A reserva privada de Karongwe fica na província de Limpopo, decerto os visitantes que decidem se hospedar no local se surpreendem com os lodges e a excelente gastronomia. Afinal, existem cinco opções de lodges disponíveis e todas foram pensadas para oferecer o melhor conforto. Inclusive, a reserva também conta com atividades para crianças e é uma ótima escolha para viagens de família. Confira algumas das opções:

Kuname Lodge

Acomodação no Kruger Luxuosa
Braai no Kuname Lodge

A acomodação é um chalé pequeno e exclusivo. No local, podem se hospedar até quatro pessoas. Uma vez que o lodge está instalado numa área com 9.000 hectares de mata africana intocada, você certamente conseguirá avistar animais e estar em contato com o bioma. Outra vantagem, é que o Kuname Lodge está a apenas 45 minutos de carro do Kruger National Park. 

Karongwe River Lodge

Neste Lodge, os hóspedes terão uma das melhores experiências gastronômicas da África do Sul. O local oferece uma seleção de cervejas e vinhos sul-africanos, não deixe de provar. Em relação a acomodação, é possível receber até 4 pessoas no local.

Chisomo Safari Camp

Para quem deseja uma experiência mais próxima da natureza, o camping Chisomo é a melhor escolha. Ao todo, são 22 tendas com uma vista privilegiada para o rio Makhutsi. Cada tenda acomoda até duas pessoas, os safáris são feitos pela manhã e ao final da tarde. Todos os veículos são conduzidos por guias e rangers experientes.

Acomodação no Klaserie Reserve

Por último, a nossa recomendação é o Klaserie Reserve. A reserva possui 60 mil hectares, portanto é bem mais fácil de avistar todos os Big 5 durante sua estadia. Além disso, os viajantes que desejam uma experiência mais selvagem gostam de optar por esta reserva. Em Klaserie, os veículos costumam fazer game drives mantendo uma boa distância uns dos outros para que os animais não se assustem e seja possível avistá-los sem que fujam.

Mukumu Lodge

Neste lodge, existem três vilas que comportam seis suítes luxuosas e bem decoradas, acomodando um máximo de doze hóspedes. Sendo assim, essa acomodação pode ser uma boa opção para quem quer privacidade e conforto.

Baobab Lodge

Acomodação no Kruger

Os chalés do Babob lodge possuem bar e lounge, uma sala de TV, Wi-Fi gratuito, terraços ao ar livre e uma grande sala de jantar. São 16 camas, nesse sentido são ideias para grupos que buscam privacidade.

Qual acomodação você mais gostou?

Diante de tantas opções, aposto que você encontrou o seu lodge preferido. Comente aqui se você já se hospedou ou conhece alguma dessas reservas. Caso você queira planejar uma viagem para a África do Sul, converse com a nossa assessora de viagem através do nosso instagram.

África do Sul: lua de mel inesquecível

Se você ainda não sabe onde passar sua lua de mel, este artigo pode te ajudar nessa escolha. A África do Sul é um destino incrível que tem atraído vários casais interessados por conforto, intimidade e belezas naturais.

O país oferece praias, vinícolas, safáris e tantos outros passeios diferenciados. Confira a seguir o que você pode fazer por lá.

Destinos sul-africanos para sua lua de mel

A África do Sul é lar de algumas cidades turísticas famosas que oferecem uma grande diversidade de atrações, que vão desde jantares românticos até atrações com muito contato com a natureza.

Conheça os melhores destinos para curtir a sua lua de mel no país!

Lua de mel em Cape Town

A cidade de Cape Town costuma agradar todos os tipos de casal, pois possui uma grande variedade de atrações. Confira os passeios que você pode fazer:

Visitar a Table Mountain

O maior cartão postal da África do Sul é a Table Mountain. Esse passeio é o mais esperado entre os casais que amam atrações ao ar livre, sobretudo para aqueles que não dispensam admirar uma bela paisagem. A maioria dos casais sobe até o cume de bondinho.

Caso você goste de aventura, também é possível acessar a montanha através de trilhas.

Conhecer o V&A Waterfront

Em sua visita a Cape Town, aproveite para jantar nos restaurantes localizados no V&A Waterfront. Com toda certeza, você vai se encantar pelos sabores e apreciar a bela Table Mountain ao fundo. Só para ilustrar, algumas das nossas indicações são: o Ocean Basket, o Harbour House e o Sevruga.

Também na região, é possível avistar toda a cidade do alto junto ao seu amor na famosa Cape Wheel, a roda gigante de Cape Town. Alguns turistas costumam levar vinho e lanches para esse passeio, ou seja, é o momento perfeito para um piquenique romântico nas alturas.

Lua de Mel Cape Town

Explorar os Mercados Gastrônomicos

As atrações culturais são outro destaque de Cape Town, afinal, existem vários mercados gastronômicos com música ao vivo e artesanatos locais espalhados pela cidade. Alguns exemplos:

  • Mojo Market

O Mojo Market está localizado no Sea Point e atrai diversos turistas que querem comer o melhor da comida sul-africana. O espaço conta com 30 stands de comida, quatro bares e uma área dedicada ao artesanato. Além disso, é possível desfrutar de apresentações ao vivo de artistas locais todos os dias e de forma gratuita.

  • V&A Food Market

O V&A Food Market é um mercado gastronômico completo, portanto não deixe de visitar esse lugar incrível. Por lá, você encontrará culinária de vários lugares do mundo, por exemplo, comida indiana, tailandesa e também italiana. No local, ainda é possível encontrar pratos veganos e vegetarianos.

  • Bay Harbour Market

Outro lugar muito apreciado por quem visita Cape Town é o Bay Harbour Market. Assim como as outras feiras gastronômicas já mencionadas, você encontrará diversas lojas para se deliciar com sabores maravilhosos da culinária africana. Além disso, o Bay Harbour Market possui um vasto comércio de artesanatos e música ao vivo.

Apreciar obras de arte

Para os apaixonados por arte, fica a dica de fazer um date romântico no museu de arte contemporânea Zeitz Museum. Logo após, você pode subir até o sexto andar do edifício e tomar alguns drinks no Ocular Lounge.

Se conectar na natureza

Durante a sua estadia, você ainda pode explorar a natureza em caminhadas pela orla de Camps Bay, assistindo ao pôr do sol em Clifton Beach.

Outra dica é visitar os pinguins na praia de Boulders Beach. Esse passeio faz parte da Península do Cabo, uma atração que também não pode faltar no seu roteiro. Ao longo do trajeto até a região, os casais costumam parar na estrada de Chapmans Peak para fazer lindas fotos com o pôr-do-sol. Garantimos que será um momento memorável.

Degustar vinhos

Aliás, o bairro de Constantia é um passeio bem tranquilo e sempre agrada os casais. A região é conhecida por suas fazendas e vinícolas, por lá você poderá degustar vinhos e apreciar as tours pelas adegas. Se você não se convenceu, Cape Town ainda oferece passeios de mergulho com tubarões, experiências gastronômicas únicas e muita história.

Hospedagem Lua de Mel: One & Only

Só para ilustrar, um dos motivos para você se hospedar no resort é a bela vista da Table Mountain. Além disso, o ambiente é tranquilo e possui acomodações confortáveis.

O hotel é dividido em duas partes: o prédio principal e a ilha artificial. Existem diversas atividades por lá: você pode relaxar no spa, fazer Stand Up, nadar e muito mais. Os casais costumam se divertir na cidade e voltar para um saboroso jantar no One & Only.

Preço diária: ZAR 13,500

Lua de mel em Stellenbosch

Stellenbosch é uma cidade com vinícolas famosas da África do Sul, portanto a rota de vinhos é a atração principal de quem decide passar alguns dias da lua de mel. Os casais gostam do clima aconchegante e pacato que encontram por lá. Esse destino é ótimo para passeios mais intimistas. Conheça algumas vinícolas:

  • Delaire Graff

Fundada em 2009, a Delaire Graff é uma vinícola extremamente luxuosa. A arquitetura moderna da fazenda se destaca quando comparada com a estrutura de outras vinícolas centenárias da região. É possível se hospedar por lá e também fazer degustação de vinhos, porém o que atrai os turistas são os dois restaurantes da propriedade. O Delaire Graff Restaurant é focado na culinária local e seu menu varia a cada estação. Já o Indochine produz pratos da culinária asiática.

  • Middelvlei

A vinícola Middelvlei possui um legado de 100 anos. No local, são produzidos vinhos de excelente qualidade pelos irmãos Tinnie e Ben Momberg. Além da vinícola, o restaurante da propriedade oferece diversas comidas típicas sul-africanas. Por exemplo, o Boerewors, uma salsicha artesanal feita com carnes e especiarias.

  • Zorgvliet

A propriedade de Zorgvliet é pequena, o que dá ao local um ar acolhedor. É possível se hospedar no local. Se você estiver interessado em fazer um picnic, a Zorgvliet organiza lindas cestas para você sair e se sentar no campo.

Além das vinícolas, a região possui alguns spas famosos, por exemplo o Lanzerac Hotel & Spa. O local oferece várias opções de massagem, cuidados com a pele e saunas para o conforto do casal. Assim, você e seu amor podem ter uma experiência relaxante completa.

Stellenbosch é uma cidade bonita e fácil de explorar, por isso uma boa dica é alugar bicicletas e passear pelos campos da região. Além de ser um passeio divertido para sua lua de mel, essa é uma atração ecologicamente sustentável.

Lua de mel
Spa na Lua de Mel por @lanzeracestate

Em seguida, o casal pode experimentar fazer um piquenique romântico em Hartenberg. A propriedade é lar de diversas plantas nativas e alguns animais. 

Provavelmente, você conseguirá avistar aves e antílopes africanos por lá. Ah e não se preocupe com a comida, a fazenda possui um menu especial para piqueniques, incluindo até a versão vegetariana do  cardápio.

Por fim, os casais que amam uma atração cultural podem passear pelos jardins de Delaire e apreciar as incríveis esculturas. É impossível não se apaixonar, afinal a área expõe diversas artes contemporâneas sul-africanas maravilhosas.

Hospedagem Lua de Mel: Spier Hotel

As acomodações do Spier Hotel agradam a todos. Principalmente, os casais que gostam de caminhar pela fazenda e fazer passeios de bicicleta. Além disso, vocês podem provar os vinhos premiados da casa,  passear pelo mercado de artesanato ou reservar um tratamento de spa rejuvenescedor do local.

Preço diária: ZAR 11,200

Lua de mel no Kruger

A região do Kruger, localizada no nordeste da África do Sul, é bastante conhecida pelos safáris. Tanto o parque nacional quanto as reservas privadas da região possuem um bioma único e suas savanas são o habitat de vários animais selvagens. 

Para explorar essa área de preservação, existem os game drives, no qual os guias ou rangers entram com veículos bem equipados em meio a natureza e os visitantes podem observar as espécies.

Lua de Mel Kruger
Casal em safári por @helenowen

Os casais ainda podem ter a chance de conhecer os Big Five (leões, elefantes, búfalos, leopardos e rinocerontes), sem dúvida uma oportunidade única. Alguns safáris oferecem a opção de fazer esses passeios de helicóptero e até mesmo de balão.

Nas reservas privadas, o safári noturno também é uma opção. O mais legal dessa viagem é estar em contato com a natureza, além de aproveitar os luxuosos lodges da região. Algumas das atividades que você pode fazer nas acomodações incluem: nadar nas piscinas, experimentar o melhor da comida sul-africana e relaxar no spa.

Hospedagem Lua de Mel: Sabi Sabi Earth Lodge

Lua de Mel no Kruger
Earth Lodge no Kruger

O Kruger consegue oferecer diversos lodges luxuosos, mas nada se compara a experiência no Sabi Sabi Earth Lodge. O casal pode aproveitar os safáris e depois relaxar com rituais holísticos, tratamentos e massagens para o corpo e a pele.

O atendimento é excelente, cada suíte tem seu próprio mordomo e também o seu próprio pátio e piscina privada. O lodge se destaca pela sofisticação, elegância e um design moderno.

Preço diária: ZAR 31,300

Experiência de quem viajou em Lua de Mel para África do Sul

A nossa cliente Tainara Ferreira foi para a África do Sul. A lua de mel do casal contou com um roteiro personalizado passando por alguns dos pontos turísticos aqui já mencionados.

  • Joanesburgo – 2 dias

Os recém-casados iniciaram a viagem em Joanesburgo e ficaram hospedados no Signature Lux Hotel Sandton. Tainara e seu esposo passaram duas noites por lá e aproveitaram para conhecer um pouco mais da parte histórica da África, como o bairro de Soweto e o museu do Apartheid.

Hospedagem: Signature Lux Hotel Sandton

  • Kruger – 2 dias

Em seguida, o casal partiu para a região do Kruger para realizar o sonho de ver os Big 5 e a savana. A reserva escolhida foi a Rukiya Camp, onde eles também passaram duas noites. Tainara e seu companheiro desfrutaram da piscina e do café-da-manhã delicioso na reserva.

Hospedagem: Rukiya Camp

  • Cape Town – 4 dias

Sem dúvida, o momento mais esperado pelo casal era a viagem até Cape Town. Em seu primeiro dia de estadia, Tainara visitou a Table Mountain e se encantou com a vista da cidade. No dia seguinte, foi a vez de conhecer a praia de Muizenberg, os pinguins de Boulders Beach e o Cabo da Boa Esperança.

Além de aproveitar as atrações da Cidade do Cabo, o casal vivenciou uma experiência gastronômica totalmente diferente no Gold Restaurant. Afinal, o menu possui pratos típicos de todo o continente africano,Alémapresentações típicas e músicas tocando durante o jantar imersivo.

Hospedagem: Cape Town Hotel Lodge

  • Stellenbosch – 2 dias

Finalizando, o casal optou por conhecer as vinícolas e o clima bucólico de Stellenbosch. Tainara amou as tours pelas adegas e fez algumas degustações. Ambos concordam que um dia querem voltar para ver mais desse país incrível.

Hospedagem: Protea Stellenbosch

Lua de Mel Tainara
Feedback da Tainara Ferreira

Reserve a sua lua de mel com a Viin!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a África do Sul? A nossa assessora de viagem pode montar um roteiro personalizado para sua lua de mel no país. Comente aqui quais os lugares você gostaria de visitar com seu amor.taria de visitar com seu amor.


Aliás, para os noivos que planejam fazer um destination wedding ou querem compartilhar a informações personalizadas com seus convidados, a dica do site Noiva Pergunta é criar um site gratuito para o seu casamento. Confira o artigo do blog para saber mais.

Réveillon 2022 na África do Sul

Um destino maravilhoso para passar o ano novo é a África do Sul, especialmente pelas festas e hospitalidade sul-africana. Não só isso, mas o país é procurado por turistas que gostam de aventura, natureza, belas praias e muita cultura.

Conheça aqui alguns dos melhores lugares para receber o ano de 2022.

Cape Town

A cidade queridinha dos turistas não decepciona durante as festas de final de ano. Como resultado, esse é o destino de várias pessoas que querem ter uma experiência cultural maravilhosa e apreciar belas paisagens.

Festa do V&A Waterfront

V&A Waterfront Cape Town na África do Sul

O V&A Waterfront, área portuária de Cape Town, é o lugar certo para quem ama uma bela festa e não dispensa uma contagem regressiva memorável. A celebração é gratuita e conta com a participação de músicos espalhados em vários pontos. Também existem food trucks, performances de artistas, entre outras atrações para fazer uma bela virada de ano.

Vale lembrar que diferente do Brasil, as comemorações acabam mais cedo. Portanto, aproveite ao máximo enquanto estiver por lá.

Caso você esteja hospedado no Waterfront, não deixe de experimentar as ceias e cardápios especiais que os hotéis e restaurantes da região oferecem.

Desfrutar do Jardim Botânico de Kirstenbosch

Para aqueles que querem aproveitar o Réveillon de forma tranquila e com a família, uma ótima opção é o Kirstenbosch. Tradicionalmente, o jardim botânico de Cape Town oferece diversos shows no local, conhecidos como Kirstenbosch Summer Sunset Concerts. No ano passado, devido a pandemia, as apresentações foram feitas em formato online. Com o avanço da vacina, esperamos que esse evento volte neste ano.

Conheça a Table Mountain

A Cidade Mãe, como é conhecida Cape Town, abriga a famosa Table Mountain. A subida até seu topo é uma das principais atrações da cidade, portanto esse é um passeio perfeito para finalizar seu 2021. A atração fica aberta no dia de ano novo.

Para chegar até lá, você pode fazer uma trilha ou pegar o Cable Car, independente do que escolher você terá uma vista deslumbrante. Devido a grande procura, recomendamos reservar online a visita caso suba de bondinho.

Horário de funcionamento: segunda à domingo, das 8h às 20h.

Custo: R380 (ida e volta até às 13h) ou R300 (ida e volta após 13h) por adulto; Criança paga meia.

Ano Novo no Grand Pavilion

Pegue seu melhor vestido e os sapatos mais elegantes, pois o Grand Pavilion vai celebrar 2022 com uma festa inspirada em Great Gatsby. Você vai dançar e deliciar uma ceia maravilhosa.

O cardápio inclui quatro pratos, tanto na opção com carne quanto na opção vegana. Os convidados são recebidos com uma taça de Idun MCC, além de um DJ e dançarinos inspirados em Gatsby.

Local: 277 Beach Rd, Sea Point, Cape Town, 8005;

Horário de funcionamento: a partir das 18h.

Custo: R1800 por pessoa,.

Joanesburgo

JoBurg também é um destino muito procurado na África do Sul. Assim como em Cape Town, alguns lugares oferecem festas ou ceias de Ano Novo. Confira alguns lugares para comemorar a virada de ano.

Ano Novo no Chigago’s Piano Bar

O Chigago’s Piano é conhecido por ter festas e uma ambientação baseada na Chicago nos anos 20. O local conta com uma pista de dança e bar temático, além disso, é possível jogar sinuca com os amigos e se divertir com música ao-vivo.

Se você planeja viver uma noite diferente no seu Réveillon de 2022, esse é o lugar perfeito! O Chicago’s contará com um menu de bebidas especiais e uma ceia completa. Aliás, não esqueça de investir numa roupa elegante, os participantes mais bem vestidos ganham vouchers no bar.

Local: Shop 15, Honeycrest Centre, Beyers Naude Dr, Randpark Ridge;

Horário de funcionamento: a partir das 16h30.

Custo: Wine, Dine & Dance – R120.

Ano Novo no Sheenas Pub

Que tal finalizar o ano ouvindo música ao-vivo no Sheenas Pub? Na última tarde do ano você terá a chance de ouvir um show de Nick The Tonic. Tudo isso enquando se delicia com o melhor da culinária sul-africana.

Local: 4299 Knoppiesdoring St, Randpark Ridge;

Horário de funcionamento: 13h às 18h.

Custo: R100.

Safári na Região do Kruger

Que tal começar 2022 com uma experiência incrível como um safári? A região do Kruger possui uma reserva nacional e lodges privados que estão preparados para te levar nesse tipo de aventura. São quase dois milhões de hectares e um bioma único.

Devido a diversidade de sua fauna e flora, o Kruger busca atuar na área de conservação ambiental. É impossível não se encantar com as belezas da savana africana.

Além da paisagem, um dos motivos que atrai os visitantes é a chance de ver todos os Big 5 (leão, búfalo, leopardo, elefante e rinoceronte) bem de pertinho.

Cada vez mais as pessoas estão buscando explorar o ecoturismo sustentável. Se você se interessou por esse passeio nós temos um Guia sobre os Safáris no Kruger que pode te ajudar a planejar essa experiência.

Costumes e Curiosidades do Ano Novo na África do Sul

Você se engana ao pensar que só o Brasil possui diferentes tradições para o Réveillon.  O ato de pular ondinha ou de escolher uma cor diferente para a roupa íntima não faz parte dos costumes sul-africanos, porém você pode conhecer alguns deles aqui:

Carnaval no Ano Novo

A África do Sul possui o costume de realizar diversos desfiles, como se fosse um carnaval, durante o Ano Novo e no dia 2 de janeiro. Essas comemorações possuem origem histórica.

Enquanto o sistema escravocrata ainda estava em vigor, o segundo dia do ano era o único momento em que os escravos podiam descansar. Então, a data passou a ser marcada por música e dança. Sendo assim, eles podiam expressar o que não conseguiam durante o resto do ano. Em Cape Town, um desses desfiles é a Kaapse Klopse.

Se livrar de objetos

Assim como em algumas regiões italianas, na África do Sul, existe a tradição de jogar objetos velhos pela janela. Dentre eles, móveis e eletrodomésticos (dica: não repita isto em casa). A crença é que essa ação atraia boa sorte para os moradores da casa.

Nada de Brinde na praia

Outra curiosidade sobre a África do Sul, é que por lá não permitem o consumo de bebidas alcoólicas em áreas abertas. Portanto, pode esquecer o famoso brinde com champagne na praia ou na rua durante a queima de fogos.

Curtiu as dicas e curiosidades sobre o Ano Novo na África do Sul? Conheça esse destino maravilhoso em 2022, faça uma assessoria de viagem com a nossa equipe.

Desvendando o Safári no Kruger

A África do Sul é um destino incrível para fazer safáris, principalmente na região do Kruger. A atração, que é a maior área protegida de fauna típica sul-africana, recebe turistas de todo o mundo. Um dos motivos que atrai os visitantes é a chance de ver todos os Big 5 (leão, búfalo, leopardo, elefante e rinoceronte) num só lugar.

Preparamos este artigo com o objetivo de esclarecer as dúvidas sobre o que fazer por lá, qual a melhor época para conhecer e outros assuntos que são importantes para sua viagem. Confira o que abordaremos por aqui:

O que é o Kruger?

A região do Kruger se localiza na parte leste da África do Sul, seu bioma é formado por vegetação e animais típicos da savana africana. Com o intuito de preservar a fauna e flora do local, criou-se o Parque Nacional Kruger.

Devido a grande diversidade de vida selvagem da reserva, o local se tornou um ponto turístico dedicado ao safári e à conscientização da preservação.

Ainda que o Parque Nacional Kruger seja mais famoso para a realização dos safáris, existem também reservas privadas e lodges que oferecem o mesmo tipo de expedição por lá.

Como chegar?

Normalmente, o Kruger é visitado por aqueles que já estão passando uma temporada em Joanesburgo, afinal, a cidade fica a aproximadamente 420 km da região. São quase 5 horas de deslocamento para chegar no Kruger. Então, se você pretende fazer esse trajeto pode optar por viajar de avião ou alugar um carro.

Para aqueles que decidem voar até o Kruger, é bom lembrar que os aviões são de pequeno porte e pode haver limite de bagagens. Os aeroportos que ficam nas proximidades do parque são: Nelspruit, Hoedspruit e Skukuza.

Já para quem decide pegar a estrada, uma dica é fazer algumas paradas e conhecer a Rota Panorâmica, na província de Mpumalanga.

Como fazer safári no Kruger?

Como foi mencionado no artigo, existem reservas privadas e o Parque Nacional Kruger para a realização de safáris. No entanto, os passeios se diferem um pouco em relação a algumas normas e experiências.

Safári no Parque Nacional Kruger

O Parque Nacional Kruger é administrado pelo Governo sul-africano e é uma área de alta preservação ambiental, portanto algumas atividades não são permitidas no local. É válido ficar atento às regras antes de se aventurar.

O safári na reserva nacional pode ser feito no modelo “self-drive”, no qual você dirige por conta própria com seu carro. Se você não se sentir seguro para tal, existe a opção de fazer o trajeto com um guia.

Além disso, não é permitido sair da estrada e só é possível dirigir até o horário de fechamento dos portões, às 18h. Nesse sentido, o parque não permite a realização de safári noturno.

Safári em Reservas Privadas

As reservas privadas também seguem as leis de conservação ambiental no Kruger. Porém, diferente do parque nacional, os safáris podem ser feitos off-road, ou seja, saindo da estrada. Logo, esse tipo de expedição aproxima o público dos animais.

Outra diferença é que os safáris não podem ser feitos por conta própria, todos possuem o acompanhamento com guias e rangers profissionais. Não só isso, como também as reservas privadas oferecem o safári noturno, algo que não é possível no National Park.

Reserva Nacional ou Reserva Privada?

Depois de se informar sobre a diferença entre o parque nacional e as reservas privadas, cabe ao turista a decisão de qual reserva se encaixa em suas preferências.

Não existem cercas entre as reservas privadas e o parque nacional, portanto o bioma é o mesmo e será possível ver os animais em ambas as escolhas. Se seu objetivo é ver elefantes e leões bem de pertinho, é provável que a melhor opção seja uma reserva privada.

Entretanto, se você é o tipo de turista que gosta de fazer seu próprio trajeto e escolhas, a melhor opção pode ser o Kruger National Park.

Seja qual for a escolha, a região do Kruger está bem preparada para receber turistas e possui diversas opções de comércio, restaurantes, hospedagens e até postos de combustível.

Regras Gerais para Safári no Kruger

Para a segurança dos visitantes que circulam pelo Kruger, o parque delimita algumas normas gerais. Confira a seguir:

  • Visitantes devem permanecer o tempo todo dentro do seu veículo, exceto nas áreas demarcadas para tal;
  • Não é permitido alimentar os animais ou retirá-los de seu habitat natural;
  • O limite de velocidade nas vias pavimentadas é de 50 km/h e nas estradas de terra é de 40 km/h;
  • Os turistas devem respeitar rodovias fechadas ou que estejam marcadas como entrada proibida;
  • Há multa para aqueles que não seguirem os horários de abertura e fechamento dos portões do parque;

Também é recomendado tomar cuidado ao passar perto de animais ou pássaros perto das rodovias, pois eles podem se assustar com a aproximação. Para mais informações, acesse o site do Kruger National Park.

Qual a melhor época para visitar o Kruger?

A África do Sul, assim como o Brasil, se localiza abaixo da Linha do Equador, portanto, as estações do ano ocorrem durante os mesmos meses que as daqui. Ao pensar na melhor época para visitar o Kruger, é preciso levar em conta que o objetivo principal da viagem é avistar os animais.

Sendo assim, o inverno é o momento mais propício, ou seja, entre os meses de junho e setembro. Afinal, o clima fica mais seco, a vegetação é menos densa e os animais se concentram para buscar água, se tornando mais fácil avistá-los.

O que levar na sua viagem?

Para quem nunca fez um safári, podem surgir dúvidas sobre o que levar na mala de viagem. Primeiramente, leve apenas o necessário e não use malas muito pesadas para não prejudicar sua locomoção.

As roupas devem ser confortáveis e nos tons do outono, como bege, marrom ou verde. Dessa forma, as cores se confundem com o terreno e a vegetação. Também é prioridade o uso de calçados confortáveis e resistentes.

Caso sua viagem esteja marcada para os meses de inverno, leve casaco, luvas, chapéu e cachecol. Já no verão, roupas leves e confortáveis são indispensáveis.

Alguns itens que podem auxiliar na viagem são: lanternas, bonés, protetor solar e câmeras. Por último, não deixe de colocar na mala algumas roupas e calçados adequados para jantares e visitas a outras atrações.

Hospedagem

Após decidir onde quer fazer o safári no Kruger, o próximo passo fica com a escolha da hospedagem. Tanto no parque nacional quanto nas reservas privadas existem lodges bem equipados para receber os hóspedes, alguns lugares possuem até mesmo piscinas e spa.

Você encontrará hospedagens dentro e fora do parque. Dependendo de como você escolheu se deslocar (transfer ou aluguel de carro) pode ser mais vantajoso se acomodar dentro da reserva.

Ademais, as acomodações podem funcionar no modo half-board (café da manhã e almoço), full board ou all inclusive, esta última inclui bebidas e drinks. 

Sem dúvida, o passeio pela grande Região do Kruger é um dos mais bonitos na África do Sul. Ao visitar o local, não esqueça de tirar fotos e aproveitar cada segundo. Se você está procurando outros passeios para fazer pela África do Sul, confira nosso guia completo pelo país.

Conte aqui nos comentários quais as suas expectativas para o passeio no Kruger.