Cape Town é uma cidade que conquista por suas belezas naturais, cultura e história. Qualquer pessoa que já tenha visitado pode afirmar que vale muito a pena conhecer esse paraíso na África do Sul. Nosso artigo vai te mostrar um pouco do que você encontra por lá.

Abordaremos aqui:

O que é preciso para viajar?

Passaporte e passagem

O passaporte é um dos principais documentos de identificação de viajantes. Assim que começar a planejar a viagem já verifique se seu documento tem uma validade superior a seis meses.

Uma dúvida que pode surgir é sobre o visto, para os brasileiros que permanecem por até 90 dias na África do Sul esse tipo de autorização não é necessária.

O próximo passo é encontrar as passagens. A Qatar oferece voos saindo de São Paulo, com parada em Doha, para Cape Town. Existe também a opção de embarcar com a Turkish Airlines, o voo sai de São Paulo e possui duas paradas até o destino, uma em Istambul e outra em Joanesburgo.

Além disso, a TAAG faz o trajeto de São Paulo à Cape Town, parando apenas em Luanda. Já a Emirates faz o mesmo trajeto, porém a parada é feita em Dubai.

Após realizar a compra de passagem, o viajante recebe o comprovante de ida e volta, que pode ser tanto na forma impressa ou via e-mail. Guarde esse documento, você deverá apresentá-lo ao passar pela imigração.

Seguro viagem

Devido a Covid-19, o seguro viagem passou a ser obrigatório para viajar à África do Sul. Existem vários tipos de cobertura dependendo da seguradora que for contratada, então procure saber qual atende as demandas do seu passeio.

Alguns serviços incluem as despesas médicas e hospitalares durante a viagem, além do reembolso em caso de atraso de voos e bagagens.

Certificado Internacional de Vacinação (CIV)

É obrigatório a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação, esse documento comprova a vacinação de determinadas doenças. Para entrar na África do Sul, é exigido a apresentação do CIV contra febre amarela no momento do check-in. Você pode tomar a dose até 10 dias antes de realizar a viagem.

Solicite seu CIV gratuitamente pelo Portal de Serviços do Governo Federal, usando o RG e o comprovante da vacinação. Em até cinco dias úteis a Anvisa libera o cartão para ser impresso, ele tem validade vitalícia.

Teste PCR

O teste PCR negativo não é mais exigido para entrar na África do Sul.

Como ir do aeroporto para o centro?

O Aeroporto de Cape Town fica localizado a 20 km do centro. Você pode se deslocar até o local de sua hospedagem através de ônibus, táxi, bolt (aplicativo de transporte sul-africano) ou carro alugado.

Ônibus

Ônibus Cape Town

O transporte urbano de Cape Town se chama MyCiti e existe uma linha que faz o trajeto aeroporto/centro partindo a cada 20 minutos. Para usar o sistema é necessário ter o cartão de pagamento de passagem, o MyConnect. Você consegue adquiri-lo em qualquer ponto de venda ou estação MyCiti.

O deslocamento até a parte central da cidade leva em torno de meia hora e inclui paradas em Table Bay Harbour, Cape Town International Convention Center, as praças Thiboult e Greenmarket, o Museu Iziko, a Universidade da Cidade do Cabo, Hotel Mount Nelson, a praça Dunkley e o Centro Cívico.

Táxi, Bolt ou Uber

O táxi é uma opção já bem conhecida, mas lembre que você pagará um pouco mais caro em sua viagem com esse tipo de serviço. O percurso até o centro leva em torno de 20 minutos.

Uma escolha mais econômica são os veículos de aplicativos. Na África do Sul, o concorrente da Uber é o Bolt, ambos têm a mesma funcionalidade. Vale a pena baixar os dois apps e comparar os preços no momento de pedir seu carro.

Aluguel de carros

O aeroporto possui várias agências 24 horas que prestam esse serviço. As locadoras ficam no terminal central, algumas delas são: Avis, Bidvest, Europcar e Sixt.

Quando visitar Cape Town

Muitos passeios em Cape Town dependem das condições climáticas para serem realizados. É importante saber quais tipos de atrações estão no seu roteiro ao decidir qual a melhor estação e mês do ano visitar a cidade.

Clima

Cape Town apresenta estações bem marcadas durante todo o ano. O inverno é bem nublado e apresenta ventos fortes.

Nessa época a temperatura varia de 0 graus a 20 graus. Se você pensa em aproveitar o verão sul-africano, saiba que os termômetros chegam a marcar 30 graus nos dias quentes.

Dezembro a Fevereiro

Esse período corresponde ao verão na África do Sul, devido a isso os dias são mais longos e quentes. É o momento perfeito para quem quer experimentar passeios ao ar livre. Vale ressaltar que esses meses são considerados de alta temporada, portanto esteja preparado para gastar um pouco mais e também se deparar com um número maior de turistas.

Março a Maio

As meias estações, como o outono, podem ser uma boa escolha se você gosta de tranquilidade. Semo típico movimento da alta temporada é possível visitar os pontos turísticos de forma mais calma, porém lembre que é comum a ocorrência de chuvas durante esse período. Planeje bem o que deseja conhecer antes de partir para a aventura.

Junho a Agosto

Os meses de junho a agosto compreendem o inverno, então o frio e chuvas são constantes. Se você visitar a cidade nesse momento é bom ter um bom planejamento,além de ter em mente que algumas atrações ficam fechadas quando chove forte, como a Table Mountain.

Setembro a Novembro

A primavera também é uma das épocas mais bonitas para conhecer Cape Town. Afinal, o clima volta a esquentar e não há chuvas. Coloque na mala roupas leves e procure passeios na natureza. Essa época também é considerada baixa estação, então aproveite os preços e as filas menores.

Onde se hospedar?

Roda Gigante no V&A Waterfront por Sebastian Canaves

Para fazer a sua escolha, tire um tempo para calcular seu orçamento, ver qual a distância do local para os passeios que deseja fazer e também tente descobrir a avaliação de outros viajantes que já se instalaram por lá. Separamos alguns bairros para ajudar nesse momento. 

V&A Waterfront

Além de ser um dos lugares mais queridos de Cape Town, o V&A Waterfront fica bem localizado e oferece acomodações excelentes. A região possui restaurantes, várias lojas, um shopping e até roda gigante. Essa é uma ótima opção para quem quer conhecer a região a pé e não se importa em gastar um pouco mais em sua hospedagem.

Camps Bay

Se você está procurando por um lugar luxuoso, então Camps Bay é uma boa recomendação. O bairro é conhecido por suas mansões e um estilo de vida fora dos padrões. Aproveite os restaurantes, praias e a vida noturna do local, definitivamente não vai se arrepender.

Green point

O Green Point fica localizado próximo ao Waterfront. Apesar de ser um bairro majoritariamente residencial, ele possui alguns hotéis, Airbnb e hostel. O custo benefício é o que mais atrai turistas para a área. Logo, quem se hospeda no bairro consegue desfrutar de tudo um pouco: calçadão da praia, estabelecimentos comerciais, bares e padarias.

Sea Point

Essa região, ótima para famílias e crianças, fica um pouco mais afastada do centro, mas tem suas vantagens. Se você gosta de ficar perto do mar esse é o bairro perfeito, existe um calçadão onde é possível fazer longas caminhadas e aproveitar a paisagem. Além disso, existem comércios e ótimos restaurantes nos arredores.

Região de Gardens

Gardens é um bairro bem familiar e gostoso. Existem diferentes opções de hospedagem por lá: apartamentos, hotéis e hostels. A Kloof Street percorre o bairro e é cheia de restaurantes. Ela também desemboca na Long Street, uma das ruas mais famosas da cidade.

Restaurantes e Mercados em Cape Town

Restaurante em Cape Town
Que tal se deliciar nos melhores restaurantes de Cape Town?

Bateu a fome e não sabe onde comer em Cape Town? Nós temos algumas indicações que podem se adequar ao que você procura.

Food Market Waterfront

O Food Market Waterfront é um dos lugares com maior variedade de comidas. Ele se localiza no Waterfront e fica aberto todos os dias, de 10h às 18h. Você consegue encontrar desde cafés até pratos de sushi, são mais de 40 lojas para explorar e se deliciar.

Preço: $ – $$$

Sevruga

O menu do Sevruga inclui grelhados e frutos do mar, além disso a cartela de vinhos e coquetéis é bem diversificada. O local tem uma bela paisagem do píer Waterfront. Esse é o restaurante perfeito para um jantar mais intimista.

Preço: $$$

Harbour House Restaurant

Outra recomendação que também fica no V&A Waterfront é o Harbour House. Esse é o local perfeito para quem procura sofisticação. O menu é inspirado na culinária mediterrânea, então não deixe de experimentar os peixes e frutos do mar. Para completar, a paisagem é composta pelo oceano e os coloridos barcos de pesca que por ali circulam.

Preço: $$$

Twelve Apostles

É possível experimentar de tudo um pouco no Twelve Apostles. Existem áreas para piqueniques nos jardins do hotel e o restaurante serve high teas e jantares excelentes. A vista panorâmica do mar também é um grande atrativo na hora de escolher o local.

Preço: $$$$

Mojo Market

Se a sua hospedagem fica perto de Sea Point a dica é conhecer o Mojo Market. O local fica aberto diariamente, de 11h às 21h. Além das comidas, é possível apreciar música ao vivo e fazer algumas comprinhas.

Preço: $$$

Moyo

Ao visitar o Jardim Botânico Kirstenbosch vá até o Moyo Restaurant para almoçar, a vista é linda. O restaurante serve pratos típicos da culinária sul-africana 

Preço: $$$

The Company’s Gardens

O Company’s Garden é um restaurante para quem busca tranquilidade e quer se conectar com a natureza. Ele se localiza no centro de Cape Town e é cercado por belas árvores. Lá você encontra pratos típicos para o almoço, hambúrgueres, sanduíches e a famosa combinação de peixes com batatas fritas.

Preço: $$$

#7 atrações para colocar no seu roteiro

Passeios Imperdíveis

Diante de tantos passeios, parece difícil escolher por onde começar, certo? Por este motivo, listamos algumas das atrações indispensáveis de Cape Town. Essas precisam ficar registradas nas fotos de viagem.

#1 Table Mountain

Table Mountain
Table Mountain por Matthias Mulie

O ponto turístico mais conhecido de Cape Town é a Table Mountain. Em primeiro lugar, você precisa saber que essa montanha é considerada uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo. Além disso, ela possui uma rica biodiversidade que pode ser explorada nas caminhadas pelas trilhas do local. Em outras palavras, esse passeio não pode ficar de fora do seu roteiro.

Subindo de bondinho

Para subir a montanha você pode usar o bondinho (Cable Car). A viagem leva 5 minutos e você consegue ter uma visão de 360º da vista lá de cima. A cada 15 minutos tem um veículo partindo para o topo. A atração funciona diariamente, salvo alguns feriados e dias em que as condições climáticas não são favoráveis, então verifique o tempo no site antes de ir.

Horário de funcionamento: segunda à domingo, das 8h às 20h.

Valor: R380 (ida e volta até às 13h) ou R300 (ida e volta após 13h) por adulto; Criança paga meia.

Trilhas Table Mountain

Ainda que o teleférico seja a forma mais rápida de subir, existem visitantes que preferem fazer hiking. Se você gostar desse tipo de aventura, então pode optar por fazer as trilhas de Platteklip Gorge ou India Venster. Sempre lembre de levar água, lanches, protetor solar e roupas adequadas. Recomendamos a contratação de guias para este passeio.

#2 V&A Waterfront

Certamente o Waterfront é a região mais preparada para receber turistas. São restaurantes, lojas, acomodações e várias opções de entretenimento. Além disso, o píer oferece uma linda vista da Table Mountain e você ainda pode admirar tudo do alto na famosa roda gigante do local. Listamos alguns passeios para fazer enquanto estiver por lá:

Two Oceans Aquarium

O Aquário é sempre uma diversão, garantimos que esse é um passeio para toda família. Dentre os animais marinhos em exibição estão tartarugas, pinguins, água-vivas e muito mais. O Two Oceans também trabalha ativamente na conservação marinha e educação ambiental.

Horário de funcionamento: segunda à domingo, das 9h30 às 18h.

Valor: R210 por adulto; R160 de 14 a 17 anos; R100 de 4 a 13 anos.

Chavonnes Battery Museum

A parte histórica de Cape Town também tem seu destaque, por isso não deixe de visitar o Chavonnes Battery Museu. Você pode andar pelas exibições do local e ver os artefatos do início do século XVIII, assim como explorar as ruínas da fortificação feita para a Companhia Holandesa das Índias.

Horário de funcionamento: sexta à segunda, das 9h30 às 19h; terça a quinta, das 9h às 16h.

Valor: R100 por adulto; 

Watershed

Que tal fazer umas comprinhas? O Watershed é um mercado de artesanato bem famoso no Waterfront, atualmente o local conta com 150 lojistas que produzem peças únicas e de qualidade.

Horário de funcionamento: segunda à domingo, das 10h às 17h;

#3 Robben Island

Robben Cape Town

Quem viaja para Cape Town não pode deixar de conhecer a Robben Island. Hoje em dia o local é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO, porém no passado abrigou uma prisão que foi símbolo do regime de segregação racial conhecido como Apartheid.

De fato, a ilha é muito importante para a história sul-africana, foi ali que Nelson Mandela ficou preso por 18 anos. 

Sobretudo o passeio é uma verdadeira aula sobre o que aconteceu durante aquele período da história.

Vale lembrar que é necessário comprar os ingressos antecipadamente para esta atração. Eles também podem ser adquiridos na Clock Tower, no Waterfront.

Os barcos saem do Waterfront e voltam cerca de quatro horas depois.

Horário de funcionamento: as balsas operam às 9h, 11h, 13h e 15h. 

Valor: R600 para adultos, menores de 18 anos pagam R310.

#4 Jardim Botânico de Kirstenbosch

Você pode passear pelo jardim, tirar várias fotos e também fazer um delicioso piquenique. Dentro do local existem dois restaurantes, então se você preferir pode almoçar por lá. Por último, é possível visitar a  Tree Canopy Walkway – uma longa passarela que mergulha pelas árvores e oferece uma vista panorâmica das montanhas dos arredores.

Com toda certeza o Kirstenbosch é uma das mais belas atrações de Cape Town. Assim como a Robben Island, o Jardim Botânico foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. Quem visita o local consegue compreender o título, afinal a fauna e a flora são encantadoras.

#5 Península do Cabo

Mapa Cabo da Boa Esperança
Cabo da Boa Esperança

O Cabo da Boa Esperança se encontra a 50 km de Cape Town, ele pertence ao Parque Nacional da Table Mountain. Inclusive já foi chamado de Cabo das Tormentas, devido ao encontro violento entre os Oceanos Índico e Atlântico que ali ocorre. Além disso, o local é conhecido por ser o ponto mais sudoeste da África, chamado de Cape Point.

Para chegar até lá você pode alugar um carro. Existem dois caminhos, um deles segue pela M6, passando pela famosa Chapman’s Peak Drive, ou então, a rota pela M3. Assim que chegar na entrada compre os ingressos no guichê, isso pode ser feito de dentro do carro. Agora é só aproveitar! Não esqueça de tirar foto na placa do Cabo da Boa Esperança.

Cape Town - Cape of Good Hope

Horário de Funcionamento: de outubro a março – 9h Às 18h; abril a setembro – 7h às 17h.

Valor: R340 para adultos e meia para crianças.

Muizenberg

Quem visita o Cabo da Boa Esperança acaba parando em alguns pontos do percurso para aproveitar outros passeios incríveis, como a praia de Muizenberg. A dica é tirar várias fotos em frente as casinhas coloridas do local, elas são conhecidas como “bathing houses” e já se tornaram a marca registrada da área.

Boulders Beach

Antes de mais nada, o mais legal dessa praia é que ela oferece uma experiência única de conhecer os adoráveis pinguins africanos. Se você quer ver esses animais de pertinho, não deixe de fazer uma parada no local.

A Boulders Beach fica a 23km do Cabo da Boa Esperança, em Simons Town. Para acessar a plataforma perto da água é preciso adquirir os ingressos na bilheteria que fica na esquina Gay Road com a Seaforth Road. Por último, lembre-se que não é permitido alimentar ou tocar os animais.

Horário de Funcionamento: de dezembro a janeiro – 7h às 19h30; fevereiro a abril – 8h às 18h30; maio a setembro – 8h às 17h; outubro a novembro – 8h às 18h30.

Valor: R75 para adultos e meia para criança

Chapman’s Peak Drive

A estrada que liga Cape Town até o Cabo da Esperança é uma das mais lindas, afinal, ela tem como paisagem as montanhas e o oceano Atlântico. Chapman’s Peak Drive é carinhosamente conhecida pelos habitantes locais como Chappies e a rota é popular entre corredores, caminhantes e ciclistas. Além de fazer parte da rota de quem visita a Península do Cabo.

Hout Bay

Outro ponto de parada ao explorar a Península do Cabo é o subúrbio de Hout Bay. O local é conhecido por suas praias tranquilas e seus restaurantes, não deixe de comer um fish & chips na Mariner´s Wharf. Se estiver com tempo, aproveite para visitar a Seal Island (ilha das focas), existem diversos barcos saindo da Baía até o local.

#6 Vinícolas

As vinícolas são um passeio maravilhoso e as mais famosas se localizam em três cidades próximas a Cape Town: Stellenbosch, Franschhoek e Paarl. Além desses distritos, o bairro de Constantia em Cape Town também oferece tours e degustações dos melhores vinhos sul-africanos.

Stellenbosch

Stellenbosch fica a 80 km de Cape Town. A cidade é linda, além disso é uma das mais antigas da África do Sul sendo fundada em 1679.

Algumas das vinícolas que você pode visitar são: Delaire Graff Estate – site oficial; Waterford Wine Estate – site oficial; Tokara – site oficial;

Franschhoek

Franschhoek fica a uma hora de Cape Town. Por lá, é possível fazer o passeio no Wine Train, o trem inclui oito rotas pelos vinhedos e a experiência hop-on hop-off.

Algumas das vinícolas que você pode conhecer são: La Motte – site oficial, Boschendal Farm Estate – site oficial e La Bourgogne Farm – site oficial.

Paarl

A região de Paarl produz e exporta seu vinho para todo o mundo. Também é conhecida como “Rota Vermelha”, isso se deve a grande variedade de uvas vermelhas que ali existem.

Você pode provar alguns deles nos seguintes lugares: Fairview Estate – site oficial, Vendome Estate – site oficial e Laborie Estate – site oficial.

Constantia

Constantia fica dentro de Cape Town e possui uma das áreas mais nobres da região. Essa é uma boa opção para quem quer fazer uma visita mais rápida às vinícolas, sem ter que sair da cidade. São diversos casarões, vinhedos, restaurantes e fazendas.

Algumas vinícolas que você pode visitar são: Groot Constantia – site oficial.

#7 Aquila Game Reserve

Viver a experiência de conhecer um safari está no topo da lista de quem visita a África do Sul, portanto se você não conseguir se deslocar até o Kruger e está em Cape Town, o Aquila Game Reserve é uma ótima opção para fazer esse tipo de passeio. A reserva fica a 2h de carro, sendo possível alugar um carro para chegar lá ou usar transfers de ida e volta que o próprio local disponibiliza nos pacotes.

Aliás, existem 4 tipos de pacote: safari durante todo o dia, safari apenas um período do dia, safari com pernoite e safari com voo. Pesquise qual deles se encaixa nas suas expectativas e aproveite.

Cultura, História e Arte

Museu Zeitz Mocaa
Museu Zeitz Mocaa

Diante de tantas opções do que fazer em Cape Town, alguns turistas esquecem de separar um tempo para conhecer a parte histórica e cultural da cidade. Porém existe muito a se aprender, então anote as nossas dicas de museus para visitar enquanto estiver turistando.

Zeitz Mocaa

O museu Zeitz Mooca se localiza na V&A Waterfront, desde sua inauguração – em 2017 – o local tem abrigado diversas exposições artísticas de tirar o fôlego. Ainda assim, o que mais chama atenção é a sua arquitetura, o projeto foi feito a partir de silos do antigo porto. Se você procura conhecer mais sobre arte e cultura, esse é o passeio perfeito.

Horário de Funcionamento: quinta a domingo, de 10h às 16h.

Valor: R210 por adulto. 

Museu District Six

O Distrito Seis faz parte da história de segregação racial que ocorreu durante o Apartheid na África do Sul. Várias famílias foram forçadas a sair do bairro quando o governo declarou a região como uma área exclusiva para brancos, devido à Lei das Áreas de Agrupamento.

O museu tem então a missão de recontar esse período. Nesse sentido alguns dos antigos residentes fazem as visitas guiadas do local e explicam a fundo tudo o que aconteceu.

Horário de Funcionamento: segunda a sábado, de 9h às 16h.

Valor: R30 por pessoa (visitas sem guia) ou R55 por pessoa (com guia). 

Castle of Good Hope

O Castelo da Boa Esperança é uma das construções mais antigas do país, no passado o local foi utilizado como prisão durante a Guerra dos Bôeres (1899-1902). Atualmente, o castelo possui exposições e um museu com objetos da época colonial. Para quem curte saber curiosidades e fatos sobre os séculos XVI a XIX, esse é um excelente passeio.

Horário de Funcionamento: segunda a domingo, de 9h às 16h.

Valor: R50 por adulto, crianças pagam meia.

Bo Kaap

Talvez você já tenha visto fotos do bairro muçulmano de Bo Kaap, ele possui diversas casas coloridas que são extremamente fotogênicas. Sempre é possível achar turistas caminhando pelo local e batendo muitas fotos.

Além da beleza, o lugar possui uma história importante. No século XVII, ele foi habitado por escravos de países como Malásia e Indonésia, trazidos para a área pelos holandeses. Enquanto estavam alugadas, todas as residências deveriam permanecer brancas. Então, quando a regra foi suspensa e os escravos compraram as propriedades, elas foram pintadas com cores vivas como expressão de liberdade.

Essa história é relembrada no museu do bairro, o Bo-Kaap Museum.  

Passeios na Natureza

Paisagem Cape Town

Em uma cidade cercada por oceanos e montanhas, é praticamente impossível não se aventurar em meio a natureza. Ainda que você não tenha costume de fazer esse tipo de passeio, certamente vai ficar com vontade de explorar todos eles. 

Trilha Lions Head

A trilha na Lions Head é um programa que atrai diversos turistas em busca de se conectar com a natureza. Ela conta com 5 km de extensão (ida e volta) que podem ser percorridos em torno de 2 horas. Além disso, a montanha é muito famosa por ter uma vista linda durante o pôr do sol.

Antes de subir a trilha é bom saber que ela é considerada de nível intermediário, por isso existem dois caminhos: um para turistas, esse caminho é mais fácil devido às escadas e ganchos de escalada, e outro para quem curte algo mais radical, exigindo um pouco mais de experiência.

Ainda que a subida seja um pouco mais desafiadora, ver a paisagem lá do topo vale a pena.

Signal Hill

A Signal Hill, ao contrário da Lions Head, é mais amigável para aqueles que não estão acostumados com esforços físicos, afinal, é possível subir até lá com um carro. Entretanto, é bom ressaltar que o estacionamento é pequeno e que o lugar quase sempre lota, então talvez seja melhor optar pelo Uber ou Bolt.

Um dos principais programas para se fazer no lugar é aproveitar o pôr do sol comendo um lanchinho, já para os mais aventureiros existe a possibilidade de voar de paragliding.

Mergulho Tubarão Branco

O mergulho com tubarão branco é uma das atrações mais populares de Cape Town. A atração está localizada em Gansbaai, a cerca de 2 horas de carro da cidade.

A equipe que faz esse passeio tem como objetivo preservar a espécie, portanto tudo é feito de modo seguro e pensando nos animais. O tubarão branco não é prejudicado, nem seu habitat.

Nós temos um artigo completo sobre esse passeio no blog, você pode conferir mais informações lá.

Vamos planejar a viagem?

Depois de ler sobre todos esses lugares ficou mais fácil decidir o roteiro de viagem, não é mesmo? Caso queira um roteiro personalizado, não se esqueça de entrar em contato com a nossa assessora de viagem.

15 comentários em “Cape Town: Guia completo para sua viagem”

  1. Pingback: Conheça os pinguins de Boulders Beach - Viin Viagens Inteligentes

  2. Pingback: Bo Kaap: o bairro colorido de Cape Town - Viin Viagens Inteligentes

  3. Pingback: As melhores praias para visitar em Cape Town - Viin Viagens Inteligentes

  4. Pingback: Viagem para Cape Town - África do Sul - De Lugar Nenhum

  5. Pingback: Mergulho com Tubarão Branco - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  6. Pingback: Ecoturismo e passeios sustentáveis na África do Sul - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  7. Pingback: Aquila Game Reserve - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  8. Pingback: Red Bus: tours pela África do Sul - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  9. Pingback: Melhores restaurantes de Cape Town - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  10. Pingback: África do Sul: um Guia Completo para sua viagem - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  11. Pingback: Robben Island: saiba tudo sobre a prisão - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  12. Pingback: Intercâmbio em Cape Town - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  13. Pingback: Lion's Head: saiba tudo sobre a trilha - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  14. Pingback: África do Sul: lua de mel inesquecível - Viin | Tudo sobre viagens para a África

  15. Pingback: Bo-Kaap: o bairro colorido de Cape Town - Viin | Tudo sobre viagens para a África

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.